Mais amendoim: óleo para pele seca

168-P1030685Viajei distraída, acabou meu vidro de óleo de coco, fiquei com a pele seca. E lembrei do óleo de amendoim, muito conhecido por proteger a pele. Encontrei no mercado um extravirgem, ou seja, prensado a frio, que passei a usar no corpo e no rosto depois do banho. Foi ótimo! Absorção rápida, pouco ou nenhum cheiro, sensação agradável e efeito  profundo e duradouro. Continuo gostando mais do óleo virgem de coco, mas é bom ter opções.

A pele, vejam só, é o maior órgão do corpo humano. Serve para eliminar toxinas e suor através dos poros, além de se arrepiar de prazer e emoção, entre outras coisas, mas também absorve o que se põe nela. Por isso diz o mestre que não deveríamos passar na pele nada que não pudéssemos comer. Os fantásticos cremes da cada vez mais florescente indústria de cosméticos estão cheios de substâncias químicas que jamais comeríamos.

Se bem que, em certas prateleiras, os porcaritos supostamente comestíveis têm mais toxinas do que os lustra-móveis…

20 comentários em Mais amendoim: óleo para pele seca

  1. Por que o óleo de côco não passa no seu controle de qualidade? Tenho usado (para cozinhar), pensando ser saudável…é tanta informação que acabamos ficando perdidos! Se for possível, fico muito grata pela sua resposta,
    Luciana

    Curtir

  2. Luciana, aconteceu que eu vinha comprando esse óleo de coco extravirgem da Copra para meu consumo e para presentear os amigos, já que ele é ótimo para a saúde e ainda combate fungos que dão candidíase, micose nas unhas, etc. Ah, e baixa o colesterol. Aí, ano passado, comprei uma caixa em que todos os vidros que abri, uns 10, estavam com o sabor muito alterado, de doce para amargo; e o cheiro, lá no fundo, parecia químico, de solvente. Como você sabe, um óleo extravirgem, prensado a frio, não leva solvente. Poderia ser uma reação da tampa, que é de metal, ou do revestimento da tampa, da tinta, sei lá. Enfim: a fábrica mandou outra caixa, ótima, e me pediu para inutilizar os vidros de óleo ruim. Que eram de um lote mais antigo.

    Este ano aconteceu de novo. Devolvi uma caixa que estava quase toda ruim, entre ruim e péssima, e recebi outra – que, infelizmente, também não estava ótima, como deveria ser. Já dava para notar o início do que seria o óleo ruim. Deixei de usar.

    Gordura não pode ser rançosa. Extravirgem não pode ter cheiro de solvente. Gorduras são grandes carreadoras de fungos. O óleo virgem de coco contém quase 50% de ácido láurico, que combate os fungos, e só é presente de forma tão abundante no leite materno. Na era da candidíase e da quimioterapia, é uma preciosidade.

    E custa caro. Só tem um fabricante no Brasil, a Copra (copraalimenticia.com.br) . Antes eu importava dos EU que importavam de Fiji (tropicaltraditions.com). Comecei a usar o nacional, me empolguei e estou profundamente chateada com o que considero um descontrole de qualidade suicida. Diz a fábrica que estabilizou os processos, que vai me mandar amostra, mas o tempo passa e a caravana voa.

    Cheire o seu óleo profundamente e sinta só o coco, prove puro e desfrute do sabor característico, doce e neutro. Esse óleo de coco, extravirgem, é bom. Pode passar na pele e no cabelo, fazer massagem no neném, usar como lubrificante, comer na torradinha de manhã, refogar a muqueca, dourar o cordeiro. É considerado uma das melhores gorduras da vida.

    Se não estiver bom, devolva. Usar é muito pior do que não usar.

    Curtir

  3. Oi Sonia! Aqui no Japao aprendi a usar o oleo de tsubaki (camelia). Tb eh otimo! Dah pra passar no cabelo, na pele, nao entope os poros – e de brinde atenua rugas alem de proteger contra raios UVB. Tah bom ou quer mais? Pena que anda esquecido e perdendo de nocaute dos cosmeticos high tech.

    Espero que as pessoas se conscientizem mais do que passam no corpo, tb.

    E obrigada por mencionar o oleo de amendoim. Mais uma bela dica sua!

    Curtir

  4. Oi, Dora, boa também a sua dica. Esse tsubaki seria Camelia sinensis, ou Tea tree?

    Curtir

  5. Os produtores de oleo de tsubaki (ツバキ油)que conheco no Japao usam o oleo que eh extraido da flor “Camellia japonica”. Acho que se vem dessa flor o tsubaki eh tea tree. Comparei com a flor “Camelia sinensis” e ela eh diferente da que aparece nas embalagens de oleo de tsubaki no Japao. Serah que dah pra encontrar esse oleo no Brasil?

    Curtir

  6. A Wiki dá a foto da flor, que é linda! Uma camélia vermelha. E eu estava enganada: o Tea Tree oil não vem da árvore do chá (preto, verde, branco, banchá), que é a Camelia sinensis, vem da Melaleuca alternifolia, que dá na Australia.

    Quanto ao tsubaki, com certeza deve ter na Liberdade, em São Paulo. Vou perguntar à Casa Galvão Bueno, que tem de tudo.

    Curtir

  7. Realmente, a flor eh linda! Bem diferente da camelia a que eu estava acostumada. Interessante como os japoneses aproveitam as flores. Alem de enfeitar, sao fonte de alimento e cosmeticos como o beni – outra tradicao incrivel, 100% natural, que alguns japoneses e estrangeiros estao se esforcando para manter.

    Espero que encontre e goste do ‘tsubaki abura’ (oleo, em japones)!
    (^ _^)

    Curtir

  8. E pra nao dizer que nao falei da flor: benibana eh o principal ingrediente
    do beni…

    Curtir

  9. Oi, Dora, como é bom falar de flores! Os japoneses sabem apreciar e recriar o belo. Mas não tem o Tsubaki Abura na Casa Bueno, nem em qualquer outra página em português. Quando eu for a SP vou dar uma vasculhada na Liberdade. Ou você pode começar a exportar pra nós… 😉

    Curtir

  10. Tomara que encontre! Nao tem desculpa para nao ter. Aqui no Japao toda farmacia tem tsubaki abura (na secao de produtos para cabelos). A marca mais comum eh essa, da caixa amarela:

    http://www.cosme.net/product/product/product_id/267480

    Eu mesma compro um diferente de uma loja de produtos naturais – ou encomendo diretamente com as cooperativas.

    No que eu puder ajudar, conte comigo! (^ _^)V As mulheres merecem esse oleo…

    Curtir

  11. bom dia, Sônia.

    Sou carmen e já postei algo sobre verminose e meu tratamento êxitoso com a radiestesia para me curar.

    agora, faço esse comentário, pois, estou há tempos com as minhas mãos profundamente ressecadas e com grandes rachaduras. passo vários cremes e uso luvas e não resolve nada. As mãos escamam o tempo todo, ferem nas pontas dos dedos e fica com uma aparência muito feia. você tem alguma dica que pode vir a me ajudar?

    fico muito grata.

    abraço,

    carmen

    Curtir

  12. Oi, Carmen, conheço outras pessoas com esse problema. Pepino amassado, aveia em flocos com água, abacate e chá de artemísia são suavizantes para passar e banhar. A origem, em medicina tradicional chinesa, teria a ver com rins/bexiga. Você já fez acupuntura? Um abraço!

    Curtir

  13. Amei as dicas dos óleos. Pena que por aqui em Salvador não os encontro… alguém poderia me ajudar?

    Se houver a possibilidade por favor entrem em contato: izabel.xavier@yahoo.com.br
    Abraços

    Curtir

  14. Agradeço as informações do Blog. onde posso encontrar óleo de coco Fiji, ou outro de excelente qualidade que seja orgânico?

    Curtir

  15. Oi, Surya, eu uso o Dr Organico – http://www.dr-organico.com.br . Um abraço!

    Curtir

  16. O duro é o último parágrafo…

    Curtir

  17. Bom dia Sonia,
    Gostaria de saber se o azeite de oliva Extra-virgem (de supermercado) também pode ser usado como hidratante corporal.
    Obrigada!

    Curtir

  18. Sensacional, agradecida demais pela informação.
    Apesar de usar oleo de coco na alimentação eu nunca pensei em usar no rosto.
    Gostei demais. Já estou aderindo, no rosto e corpo.
    Muito obrigada!!!!
    Tarsila

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: