Almanaque do banheiro – Deixa sair


Há muita coisa que a gente põe pra dentro todo dia, depois não deixa sair e ainda reclama: Estou engordando! Meu intestino não funciona! Tenho o colesterol alto! Triglicerídeos! A glicose é alta também! Sinto cólicas menstruais horríveis, pedras nos rins e na vesícula, mau hálito, colite, diverticulite, rinite, sinusite, catarro nos pulmões, corrimento, alergias, suor fedido, ouvido meio surdo, articulações emperradas, cistos, tumores, varizes, ameaças de enfarte, ai, que dor de cabeça!

Curioso. Porque o nosso corpo é feito justamente pra deixar sair, e assim evitar qualquer doença. A gente faz coco, xixi, sua arrota, peida, expira, tosse, chora, menstrua, assoa o nariz, tem orgasmo e outras coisas pra se livrar de excessos que, em ficando, perturbam o bom funcionamento físico, mental e espiritual.

Aquela tensão na nuca é um excesso que tem que sair. Aquele ideal vibrando no peito um dia tem que sair. Talentos abandonados e apetites mal satisfeitos acabam virando doença.

Quando não se deixa sair, o final mais provável é o hospital. Por isso é que todo mundo tem que ter seguro médico-hospitalar, já que pode ficar doente a qualquer momento, e doença é despesa. Só que, como dizia Gandhi, a multiplicidade de hospitais não é sinal de civilização, é sintoma de decadência.

Não tem aquele papo de que pra baixo todo santo ajuda? Pois é: pra piorar, ta fácil.
A comida moderna, o stress urbano, a poluição, a crise econômica, a pasteurização cultural, tudo isso são pressões e invasões difíceis de evitar, que acabam fazendo a gente se sentir meio qualquer coisa, vivendo de qualquer jeito.

Mas é possível reagir a isso em outro tom, construindo um mundo interno forte e bem protegido. E também é possível aprender a eliminar os excessos de toxinas físicas e mentais através das cinco atividades essenciais da vida: alimentação, respiração, movimento, pensamento e relacionamento. São práticas simples, baseadas num princípio só, que é o entra-e-sai.

Olho vivo: a saída á a saúde. (DS)

14 comentários em Almanaque do banheiro – Deixa sair

  1. Sônia, acompanho seu trabalho há alguns anos, a conheci num dos programas da Leda Nagle. Sempre tive a convicção de que cuidar da alimentação é condição sine qua non para se ter boa saúde, e me indetifico muito com tudo que você escreve, sempre me indentifiquei. No entanto, nunca pude experimentar mudar mais efetivamente meus hábitos alimentares equanto morava com meus pais. Há um ano passei a morar só, mas só agora, há cerca de um mês consegui fazer a mudança que sempre quis: alimentar-me de maneira mais saudável. E estou conseguindo! Mudou tudo! Sinto-me outra pessoa, mais leve, com mais clareza de pensamento, mais pleno enfim! Adquiri seu livro Prato Feito, o qual tem sido muito útil: já fiz gersal, quibe vegetal, refogado de bardana, salada de feijão fradinho e quero experimentar e fazer muito mais. Aos poucos quero adquirir outros de seus livros e tenho recomendado também aos amigos. E desde então, com equilibrio e sem radicalismos tenho lançado as bases para um novo modo de encarar a alimentação e a vida. E venho a público em seu blog dizer-lhe: muito obrigado! Espero que mais e mais pessoas tenham o despertar que tive e que seu trabalho possa chegar ao maior número delas. – Bjo em seu coração

    Curtir

  2. Oi Sônia,Conheci você recentemente, pois adquiri um livro na Loja Verde, porque gostei do título: “Sem açúcar, com afeto”.Acabei gostando tanto deste livro e da sua forma de escrever, que comprei a coleção completa de suas publicações.Não consegui ler todos ainda, mas gostaria que você me informasse se existe algum onde as receitas, dieta e filosofia, esteja baseada na Macrobiótica.Um grande abraço e esteja em paz

    Curtir

  3. Sensacional teu blog. Este post é maravilhoso. Perfeito.Como tudo que você faz.Um beijo grande

    Curtir

  4. Oi, Lidineide,meus primeiros livros (Prato feito, Sem açúcar, Mamãe eu quero, Deixa sair e O melhor da festa) têm muito da macrobiótica. Só não são radicais.Um abraço!

    Curtir

  5. Sônia, que bom que achei você por aqui. Eu sou fã dos seus livros e tenho um blog inspirado no seu livro Paixão emagrece, amor engorda. Eu ficaria muito feliz se você o visitasse e deixasse um recado. O endereço é http://amorengorda.blogspot.com/ e nesse link está o primeiro post do blog que explica o nome do blog e faz menção ao seu livro (http://amorengorda.blogspot.com/2008/12/e-quem-t-encalhada.html). Meu aniversário é mês que vem e eu farei um sorteio online do seu livro (Paixão emagrece, amor engorda) para os leitores do blog. Um grande abraço!

    Curtir

  6. No meu blog tem também um ícone do seu livro (Paixão emagrece, amor engorda) com um link para comprar o livro no site da correcotia. Eu vou fazer um post mencionando o link da correcotia, o link do seu blog e o link para a entrevista feita pela Denise Tati. Eu tenho uma sugestão da sua participação no sorteio do livro. Por favor, me envie um seu e-mail para que eu exponha minha sugestão: sofiarezende@gmail.comAbraço,Sofia.

    Curtir

  7. Carol Daemon // 2 abril 2009 às 00:40 // Resposta

    faço das suas palavras as minhas: não existe mulher liberada com intestino preso

    Curtir

  8. Oi Sonia,
    que honra poder escrever pra você!

    Antes de tudo te agradeço por 'mamãe eu quero' que salvou minha pequena das possíveis atrocidades.

    Te encontrei acreditando que havia algo de errado no que eu via os bebês comerem…até que Maila nasceu e comecei uma busca desenfreada por algo mais do que receitas. Uma lógica natural, suave e criativa para o cotidiano da cozinha, te achei! Pois saiba que você inaugurou minha biblioteca de cozinha que fica na prateleira de cima dos temperos, os livros tem cheiro de curry, cardamomo, canela…

    Sou grata com meu coração!
    Com carinho,
    Gisele

    Curtir

  9. Oi, Gisele, e eu também sou grata de coração por ter esse lugarzinho na sua cozinha, com cheiro de curry, cardamomo e canela! Abração! 🙂

    Curtir

  10. Oi Sonia eu quando vou ao banheiro com as fezes saai alguns bichinhos de uns 5 mm meio amarelados e achatados estou emagrecendo muito rapido gostaria de saber o que faco pois tenho muita vergonha de ir ao medico que tipo de verrme tenho e o que ele pode fazer em meu organismo muito muito legal seu blog dificil encontrar um lugar que fale o que a gente intende sobre vermes Parabenss e me ajude por favorrrrr!!!!!!!

    Curtir

  11. Oi, Bruna, eu acho que você deve ir à farmácia, conversar com o farmacêutico e tomar um bom vermífugo. Repetir em 10 ou 15 dias. Enquanto isso, é bom comer direitinho, evitar doces, refris e bobagens. Um abraço!

    Curtir

  12. Cara Sonia,

    O Dr. Carlos Corres (Caca), pediatra da minha filha Nina, me indicou entrar em contato com voce para saber que alimnetos ingerir e quais evitar para aumentar a produção de leite. Minha filha tem 3 meses e estou num processo de relactação, para desacostuma-la da mamadeira.

    Agradeço IMENSAMENTE se puder me ajudar.

    PS> Gosto muito de seu trabalho sobre alimentação !

    Saudações, Viviane Delvaux

    Curtir

  13. Oi, Viviane, conheço os chá de gergelim e de hortelã para aumentar o leite. Você pode fazer 1 litro de cada de manhã e ir tomando ao longo do dia, se possível morninhos ou quentes. A medida é 1 colher (sopa) de hortelã, põe água fervendo em cima e abafa, e 1 colher (sopa) de sementes de gergelim, claro ou escuro; pode deixar ferver 10 minutos e abafar. São 2 litros de chá por dia.

    Fora isso eu diria para você se alimentar muito bem, comer folhas verdes em todas as refeições, mastigar bem, evitar doces e temperos fortes – e ter confiança na sua capacidade de produzir muito leite. Um abraço!

    Curtir

  14. Glaucia (tirado do Blog da nutricionista Debora Guimaraes de Santa Catarina // 4 junho 2010 às 16:48 // Resposta

    Mais sobre a associaçao curcuma e piperina em portugues:
    Açafrão – não o Crocus, mas a Curcuma. A curcuma é conhecida por conter curcumina, e trabalhos relatados na medicina ocidental e os trabalhos relatados na India, originários da medicina Ayurvedica dão a curcumina várias ações no corpo, a principal como antioxidante, porém a curcuma e a curcumina podem ser usados para tratamento de doenças inflamatorias, como artrite reumatóide e colite ulcerativa, o grande problema é a biodisponibilidade baixa da curcumina, que pode ser melhorada adicionando temperos, a pimenta do reino ou Piper nigrum tem um ativo que é a piperina que inibe o metabolismo hepático da curcumina e daí aumenta a atividade da mesma. Dentre os efeitos esperados da Curcuma podemos citar também o efeito quelante de metal tóxicos.

    Piper nigrum – pimenta do reino. Tem um ativo chamado piperina, este ativo atua no fígado inibindo o metabolismo de alguns produtos, como a curcumina, citada anteriormente aumentando sua disponibilidade, mas também melhora a da coenzima Q10 e do betacaroteno. Coenzima Q10 encontramos em músculos, como coração. Betacaroteno na cenoura por exemplo. Coenzima Q10 com piperina da pimenta do reino melhorará seu efeito antioxidante e cardiotonico.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: