Dicionário da mulher – Candidíase, a praga

Comecei a pesquisar sobre candidíase ali por 1993, por causa de uma dor debaixo da costela direita que não me deixava {fazer excessos} em paz. Era tomar um vinho, um suco de laranja ou comer amendoins que lá vinha ela. E quando topei com as notícias desse fungo chamado Candida albicans fiquei muito impressionada. Descobri que tinha os sintomas desde a infância (regada a açúcar), sem falar nas inúmeras crises de candidíase vaginal (monília) da adolescência em diante.

Em 1995 publiquei um capítulo sobre candidíase no meu livro Só para mulheres. Alguns anos depois, já instalada na vida online, recebia tantos emails a respeito do assunto que resolvi botar o capítulo no site. Triplicaram os emails. Continuei pesquisando e atualizando a informação online.

Enquanto isso passei a me cuidar com a mesma orientação. Adotei as cápsulas de lactobacilos acidófilos, o óleo virgem de coco, a redução de carboidratos. Posso dizer que a candidíase está controlada, bem como a hipoglicemia que costuma vir junto, mas percebo muito claramente que ela apenas manifesta uma tendência do organismo para umidade e calor, como se diz em medicina tradicional chinesa, e tendências são para sempre.

Descobri também que o câncer está quase sempre ligado à presença de fungos, o que piora muito depois da rádio e da quimio, que criam condições ideais para eles; alguns autores defendem que o câncer seria a própria simbiose da célula humana com a do fungo.

O capítulo Candidíase está em http://www.correcotia.com/mulheres/candidiase.htm .

E a dor debaixo da costela tinha também a ver com amebas, como entendi depois.

20 comentários em Dicionário da mulher – Candidíase, a praga

  1. oi Sônia ,
    obrigada por responder!É que antes de chegar seu livro eu já tinha começado a dieta com as informações que li no seu blog, no qual cita a dieta da Cala. Agora, vou à padaria e comprar o leite pasteurizado( vende em garrafa, né!)não é aquele tipo A, B ou C? Se tiver essa variação vou optar pelo A. E depois seguir a receita de preparo do seu livro que é bem menos de 24h. e ver o resultado. O engraçado é que depois que comecei essa dieta estou super exigente com alimentação e adotei o óleo virgem de coco tbem. Estou comendo bastante aveia, misturo com ovo caipira, coloco orégano, sal, azeite extra virgem e faço como se fosse uma omelete e fica muito bom. A dieta não é nenhum bicho de sete cabeças!Sônia água de coco verde pode? e a polpa dele? no livro fala da polpa do coco marrom e fiquei na dúvida se o verde tbem pode e eu adoro.Muitos beijos.

    Curtir

  2. oi Sônia ,
    obrigada por responder!É que antes de chegar seu livro eu já tinha começado a dieta com as informações que li no seu blog, no qual cita a dieta da Cala. Agora, vou à padaria e comprar o leite pasteurizado( vende em garrafa, né!)não é aquele tipo A, B ou C? Se tiver essa variação vou optar pelo A. E depois seguir a receita de preparo do seu livro que é bem menos de 24h. e ver o resultado. O engraçado é que depois que comecei essa dieta estou super exigente com alimentação e adotei o óleo virgem de coco tbem. Estou comendo bastante aveia, misturo com ovo caipira, coloco orégano, sal, azeite extra virgem e faço como se fosse uma omelete e fica muito bom. A dieta não é nenhum bicho de sete cabeças!Sônia água de coco verde pode? e a polpa dele? no livro fala da polpa do coco marrom e fiquei na dúvida se o verde tbem pode e eu adoro.Muitos beijos.

    Curtir

  3. outra dúvida….. onde compra a solução de lugol que vc cita no livro? na drogaria ou tem que manipular? Obrigada por td.

    Curtir

  4. Oi, Roberta, água de coco e polpa de coco verde são muito doces; só entra o coco maduro. A solução do dr Lugol é encontrada em algumas farmácias e tb pode ser manipulada. Um abraço, continue firme!

    Curtir

  5. Oi Sonia, faz dias estou “viajando” pelo seu site e aproveitando as fantásticas informações que você e suas leitoras disponibilizam. Portanto, primeiramente, muito obrigada por tanta gentileza em dividir!

    Tenho duas dúvidas (por enquanto rs):
    1. como posso usar o óleo de coco para o cabelo? o meu é muitíssimo ressecado e cheio de “frizz”, apesar de eu tomar linhaça, usar azeite na comida, tomar muuuuuita água…. quero tentar algo mais natural do que os leave ins caríssimos e que não resolvem meu problema.

    2. para tomar a água com limão posso pingar as gotas de limão na garrafa cheia e ir tomando durante o dia (que é como tomo água, tenho uma garrafa de 1litro que me acompanha por onde vou) ou tenho que pingar só na hora de tomar?

    Muito obrigada desde já! Abraços carinhosos
    Adriane

    Curtir

  6. Oi, Dri, eu lavo com shampu, enxaguo e depois de me secar passo o óleo no rosto, no corpo e nos cabelos. Nos dias em que não lavo a cabeça, molho e passo o óleo. Poucas gotas, passadas com as mãos.

    O limão tende a ficar amargo depois de algum tempo, por isso é melhor pingar na hora. Um abraço!

    Curtir

  7. Muito obrigada!!!!!!

    Curtir

  8. Olá Sonia. Passei o dia a pesquisar sobre a candidiase porque já tive uma vez, no final de 2010. Tenho 19 anos e após tudo o que li, estou tão assustada que só apetece chorar.
    Além de que após 4 meses, suspeito que a candida está de volta. Pensei em ir ao médico e já sei que o tratamento vai ser o fluconazol porque é a única coisa que me fez bem. Mas mais uma vez, após tudo o que li, suponho que não seja mesmo cura e que em pouco tempo a candida vai atacar de novo.
    Sendo assim e apesar de não saber se ainda responde aos comentários sobre a candidiase, assunto do qual já deve estar mais que farta e com razão, venho pedir conselhos. Agradecia mesmo muito a sua ajuda, pois só tenho lido que a candida nunca vai embora mesmo. E já estou desesperada só de imaginar o que me espera a mim e ao meu namorado. Desde já agradeço

    Curtir

  9. Oi, Ana C., você tem alguma coisa contra revoluções na vida? Se não tem, leia o livro, faça a dieta e livre-se disso. Um abraço!

    Curtir

  10. Olá Sônia,vi suas dicas da vitamin World. entrei no site mais não apareçe pelo menos pra mim, a opção Brasil na hora de preencher o cadastro.Será que é só comigo? rss vi que algumas pessoas compraram…
    Abraços

    Curtir

  11. Oi, Elen, não sei responder. Mas um leitor que comprou o Flora Balance direto de http://www.florabalance.com recebeu as cápsulas de laterosporus em casa direitinho. É o que estou tomando e recomendo, especialmente o pó, que se desmancha na água, não tem sabor e sai mais em conta. Um abraço!

    Curtir

  12. Olá Sonia… antes de mais nada, obrigada pelas ótimas dicas! Sou diabética há 27 anos e luto com a candida sem resolução.. fui a um infectologista e iremos tratá-la com remédio e uma grande mudança na alimentação, pois faço contagem de carboidratos e entro no açúcar e carboidrato, o que mais amo! Já estou ciente da necessidade de mudança e com disposição pra não ter mais esse incômodo branco enooorme!! Pra isso, gostaria de uma indicação de nutricionista em Goiânia que sabe sobre a cândida e poderá ser eficaz em meu regime, pois acredito que uma qualquer pode não ser eficaz no que preciso… fiz pesquisa no google de nutricionista para tratamento da candidiase em Goiânis, mas não consegui o resultado desejado, apesar das boas dicas… Aguardo sua resposta.. Muito grata!

    Curtir

  13. Oi, Fabiana, infelizmente não conheço ninguém para indicar em Goiânia. Boa sorte! Um abraço!

    Curtir

  14. Oi, Sonia,
    Procurei aqui no seu blog algo sobre tratamento de micose, do tipo Pitiríase Vesicolor, causada pelo fungo Malassezia furfur. Você saberia dizer algo?
    Faz alguns anos que tenho, trato, melhora, volta…
    Descobri há pouco o óleo essencial de tea tree, você conhece? Comecei a usá-lo hoje (passando sobre a pele), mas estou em busca de mais informações, inclusive sobre alimentação, etc. Será que por ser fungo valem as mesmas dicas que pra Candida?
    Obrigada!
    Abraço!

    Curtir

  15. Não sei, Laura. Por que você não experimenta e conta para nós? Um abraço!

    Curtir

  16. Ola Sonia! Começei a ler seu blog no final de semana e nao consigo parar só que estou muito confusa, tenho 2 problemas serios ha uns 4 anos, vieram meio juntos e eu nem tinha percebido, artrite (medicos disseram que era psoriatica), baixa tolerancia a lactose e uma fissura na entrada da vagina durante as relacoes, e infertilidade (estou tentando engravidar ha quase 2 anos e nada, já tenho 38) e seu blog me deu uma luz, talvez seja tudo da candidiase, ate temos um grupo no whats de meninas que tem essa fissura e nao sabemos o motivo e ninguem consegue tratar, sei que vou ter que comprar o livro, mas também gostaria de uma indicacao medica aqui na minha regiao que é o RS, moro em Caxias do Sul, conhece algum especialista que possa me ajudar com essa candidiase? Já tinha visto algum relato de fissura?

    Curtir

    • Cristiane, raros médicos dão conta de tratar a candidíase porque ela depende principalmente da alimentação. É um problema digestivo que afeta homens, mulheres, velhos e crianças com uma miríade de sintomas. Fissuras fazem parte, já que ela interfere com a própria saúde das mucosas. Se quiser ficar boa, você mesma tem que tomar as rédeas da sua saúde e se reeducar para comer. Infertilidade está entre os sintomas.

      Curtir

  17. Boa noite, Sônia

    Queria primeiramente agradecer pela divulgação de informações tão claras e precisas.

    Gostaria também de fazer uma pergunta simples, sinto há tempos todos os sintomas descritos como parte da candidíase, não tinha ideia de que eram tantos e que se relacionavam a ela.
    A questão é que já tive candidiase antes, evidente pela reação recorrente nas partes mimosas (rs) e relacionada a alergia a lactose, depois de me tratar e cortar a lactose, o vaginismo melhorou e todos os exames ginecológicos que faço indicam que está tudo certo.

    A pergunta é a seguinte: posso ter candidíase mesmo que ela não apareça no exame papanicolau? Existe uma candidiase intestinal, ou algo do tipo, que não seja acusada por exames ginecológicos? Pois tenho todos os outros sintomas.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: