Os parasitas nossos de cada dia

Há os grandes, que vivem fora de nós, sugam nossos tributos e eventualmente vão para a cadeia, e os pequenos, menores, minúsculos e microscópicos que nos habitam e geralmente são ignorados. A medicina moderna não acredita neles porque os exames de fezes dão sempre negativo, e estes dão negativo porque são feitos superficialmente, mas a parasitologia continua sendo uma ciência biológica e os sintomas vão muito além da dor de barriga – chegam às doenças crônicas e degenerativas, estragando a saúde física e psíquica. Prevenir é melhor que remediar.

TEMPERO CONTRA VERMES 

dra. Clara Brandão, “Alimentação alternativa” 

Temperar os alimentos cada dia com um tipo de planta:

segunda-feira, hortelã

terça-feira, alho

quarta-feira, mastruz (erva-de-santa-maria, Chenopodium ambrosioides)

quinta-feira, coentro

sexta-feira, salsa ou cebolinha.

 

GELEIA CONTRA VERMES 

também da dra. Clara Brandão 

4 bananas maduras com casca

1 maço de mastruz com semente

1/2 maço de hortelã

1 1/2 copo de açúcar

Socar bem o mastruz com a hortelã e o açúcar, acrescentar as bananas. Levar ao fogo até dar ponto de geleia e comer 1 colher (chá) duas vezes ao dia, ou passar no pão, na bolacha, na mandioca, no beiju, etc.

do livro Almanaque de Bichos que dão em Gente   correcotia.com/vermes

2 comentários em Os parasitas nossos de cada dia

  1. É delicioso tanto ler quanto fazer suas receitas, querida Sônia. Maravilhas de posts. Um beijo!

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: