Saber viver

dervixes

Louvada seja a dança!
Ela libera o homem
do peso das coisas materiais
para formar a sociedade.
Louvada seja a dança
que exige tudo e
fortalece a saúde, uma mente serena
e uma alma encantada.
A dança significa transformar
o espaço, o tempo e o homem
que sempre corre perigo
de perder-se e de ser somente cérebro,
ou só vontade, ou só sentimento.
A dança, porém, exige
o ser humano inteiro,
ancorado no seu centro,
e que não conhece a vontade
de dominar gente e coisas,
e que não sente a obsessão
de estar perdido no seu ego.
A dança exige o homem livre e aberto
vibrando na harmonia de todas as forças.
Ó homem, ó mulher, aprenda a dançar
senão os anjos do céu
não saberão o que fazer contigo.

Augustinus (354/430 dC)
Santo Agostinho


Cesar Lobo deu a imagem, Leila Nobre deu o texto

8 comentários em Saber viver

  1. Amei!

  2. Uau! São os Dervishes, não? Acho muito linda a 'dança' deles.
    Beijos

  3. Lindo, parece uma mandala.
    Acho que são derviches mesmo, tb adoro.

  4. São dervixes mesmo. Rodar é uma forma de meditação e eles rodam e rodam até cair em transe. Dervixes ao vivo em http://en.wikipedia.org/wiki/Dervish

  5. Belíssimo desenho!!!Inspirador assim como o Sufismo e as Danças da Paz Universal nascidas do Movimento Sufi.

  6. Sem falar nas belíssimas histórias, né? 😉

  7. Aqui 1 vez por mês fazemos nosso ritual de dança sufi, claro que não rodopiamos tanto como um dervixe, mas a meditação acontece assim em dança e em círculos, cada um vai sentindo se quer dançar por 5 1 ou 40 minutos, fazemos a dança do coração. As quintas contamos meditamos e contamos uma história… a mesma a anos 🙂

  8. Oi, Veia, dançar assim nunca dancei, mas a história já ouvi numa quinta-feira…

%d blogueiros gostam disto: