account icon arrow-left-long icon arrow-left icon arrow-right-long icon arrow-right icon bag-outline icon bag icon cart-outline icon cart icon chevron-left icon chevron-right icon cross-circle icon cross icon expand-less-solid icon expand-less icon expand-more-solid icon expand-more icon facebook-square icon facebook icon google-plus icon instagram icon kickstarter icon layout-collage icon layout-columns icon layout-grid icon layout-list icon link icon Lock icon mail icon menu icon minus-circle-outline icon minus-circle icon minus icon pinterest-circle icon pinterest icon play-circle-fill icon play-circle-outline icon plus-circle-outline icon plus-circle icon plus icon rss icon search icon shopify icon snapchat icon trip-advisor icon tumblr icon twitter icon vimeo icon vine icon yelp icon youtube icon
Carrinho (0)
Adicionados recentemente
0 Item Total R$ 0,00

Não disponível

Carrinho (0)

Adicionados recentemente

0 Itens

Total R$ 0,00

Não disponível

Cúrcuma, Pimenta & Cia Ltda

posted 2021 Jul by

Recebo email de uma amiga do blog oferecendo links dos estudos científicos sobre a necessidade de se associar cúrcuma com pimenta-do-reino para que seja bem absorvida pelo organismo.

O que ela coloca, de forma muito elegante, é a mesma coisa que a Glaucia - fitonutricionista cheia de títulos que resolveu entrar no blog atirando - quis dizer. Ambas na sintonia de que é bom, e só é bom, usar cúrcuma com outra coisa que aumente a sua biodisponibilidade, no caso pimenta-do-reino, citando estudos laboratoriais e tal.

Vejo que preciso esclarecer melhor a minha restrição.

Quando escrevo sobre a cúrcuma citando o uso tradicional e os benefícios do uso tradicional, estou com o foco em usar na comida como tempero, ou como chá, ou lambedor com mel pra rouquidão e dor de garganta. Meu foco é a promoção da saúde na cozinha de cada dia. Quem tem saúde não fica pensando em câncer.

Cápsulas de nutracêuticos para prevenir o câncer não entram na minha pauta, não fazem parte das minhas preocupações. Não se fazem em casa. Para tomar em cápsulas as exigências podem ser outras. Os laboratórios vão achar os meios, encapsular e vender.

Incitar as pessoas a acatar conclusões laboratoriais como se fosse preciso um saber científico para se usar a cúrcuma é chose de loque. Vai ter gente comendo mais pimenta para poder usar a cúrcuma. Isso é muito insensato e perigoso, do meu ponto de vista; não tem nada a ver com a orientação tradicional que eu pesquiso e divulgo, especialmente neste blog.

Consegui me explicar?

Comments

Leave a comment

comments have to be approved before showing up