sonia hirsch

jornalista e escritora focada em promoção da saúde

almanaque do banheiro

onde se fala sobre assuntos mais íntimos e às vezes meio assim delicados

Bactérias

CAPÍTULO 7 do Almanaque de Bichos que dão em Gente Existem bactérias de todo tipo em todos os lugares do mundo, do alto dos picos nevados às profundezas do mar. São as criaturas vivas predominantes no planeta. Algumas precisam de oxigênio para viver, outras utilizam gases, e para um terceiro grupo tanto faz. Essa versatilidade faz com que as bactérias sejam muito presentes no ecossistema; elas é que reciclam, enquanto […]

Continuar Lendo →

Mas e a imunidade, nada?

CAPÍTULO 6 do livro Almanaque de Bichos que dão em Gente Tudo! As infecções parasitárias estimulam todos os mecanismos de defesa do corpo, que vão ser mais ou menos eficientes dependendo do parasita, do estágio da infecção e da saúde do hospedeiro. – Se encontrarem o inimigo, comam-no! É com essa ordem que o time das células fagócitas entra em campo. Anticorpos, células macrófagas, basófilas, eosinófilas, neutrófilas, plateletas, imunoglobulinas, interferon, […]

Continuar Lendo →

Anemia, infecção, inflamação, febre

CAPÍTULO 5 do Almanaque de Bichos que dão em Gente Anemia Anemia é sempre sinal de que há alguma coisa errada. Indica que o sangue tem menos células vermelhas – eritrócitos – e está deficiente em hemoglobina, o pigmento que transporta oxigênio. Isso afeta o organismo inteiro, debilitando todos os sistemas. Existem cerca de 100 variedades de anemia, mas as causas se resumem a três. A primeira é a perda […]

Continuar Lendo →

Onde é a festa e quem faz

CAPÍTULO 4 do Almanaque de Bichos que dão em Gente Intestino Nematódeos: Anisakis sp., Ascaris lumbricoides, Ancylostoma duodenale, Capillaria philippinensis, Enterobius vermicularis, Necator americanus, Strongyloides stercoralis, Trichuris trichiuria Cestódeos: Diphyllobothrium latum, Dipylidium caninum, Hymenolepis nana, Taenia solium, Taenia saginata Trematódeos: Clonorchis sinensis, Echinostoma ilocanum, Fasciola hepatica, Fasciolopsis buski, Opistorchis viverrini, Paragonimus westermani, Schistosoma mansoni, S. japonicum, S.intercalatum Protozoários: Endolimax nana, Entamoeba coli, Entamoeba hartmanni, Entamoeba histolytica, Iodamoeba butschlii; Cryptosporidium parvum, […]

Continuar Lendo →

Nós, eles, sintomas e reações

CAPÍTULO 3 do livro Almanaque de Bichos que dão em Gente Crianças e adultos Mal-estar, dor de cabeça, vertigem, desconforto e fraqueza podem facilmente ser sintomas de parasitose leve ou moderada Dores ao redor do umbigo, principalmente quando se aperta Orelhas e nariz coçando, nariz escorrendo Lábios úmidos à noite e secos durante o dia Unhas roídas, em mau estado, ou com afundamento no meio da unha do polegar Coloração […]

Continuar Lendo →

A vida comendo solta

CAPÍTULO 2 do livro Almanaque de Bichos que dão em Gente O alimento mais importante do planeta Terra é a luz do sol. A clorofila dos vegetais a absorve e usa para converter dióxido de carbono em carboidratos simples, que por sua vez viram proteínas, lipídios e amidos que formam e nutrem as células vegetais que constroem as plantas. A partir daí, todo mundo se dá bem: plantas são comidas […]

Continuar Lendo →

Nariz entupido, quem tem?

Escreve a leitora: “Fui “viciada” em remédios para descongestionar as vias aéreas por muito tempo. Era daquelas de não dormir por não ter o vidro por perto quando estava gripada, mesmo o nariz não estando entupido… Depois de muito ouvir falar que esses medicamentos fazem mal ao coração, me obriguei a parar de usar. O que você recomendaria para nós que sofremos com esses “entupimentos”? Querida, recomendaria parar de consumir […]

Continuar Lendo →

“Saúde é outra coisa” no Rio: 21 a 23 novembro 2017

“Um trabalho de reflexão, consciência e atitude para mais autonomia em saúde” PROGRAMA COMPLETO terça 21 novembro 18h15 a 21h15 SAÚDE É OUTRA COISA os múltiplos diagnósticos desagradáveis graças à alimentação distraída ~ inflamação crônica por trás do adoecimento ~ a dieta do dr Barcellos contra o câncer e todas as alergias quarta 22 novembro 18h15 a 21h15 O DE FORA E O DE DENTRO “transição nutricional” no Ocidente ~ o […]

Continuar Lendo →

…e partes nem tão mimosas assim

  Que injustiça! Só porque são masculinas não quer dizer que sejam menos sensíveis e delicadas. É que a fama vem da metade mais, digamos, vigorosa e penetrante de sua personalidade, enquanto a outra se contenta com afazeres menos notáveis, mera torneira. Estamos falando do pênis, pinto, peru, bimbo, cacete, vara, verga, pau, enfim: daquilo que dá aos homens tantos prazeres e problemas quanto as partes mimosas dão às mulheres. […]

Continuar Lendo →

As partes mimosas da natureza

Tudo na mulher é poesia e samba-canção. Os olhos são o espelho da alma, as mãos herdamos das fadas, o sorriso transporta ao paraíso, a voz é de anjo, a pele de rosas, o corpo de sereia, tudo com infinito poder de beleza e sedução. Mas na hora de falar sobre aquelas pequenas partes tão sensíveis e delicadas não há uma linguagem poética, gentil ou sedutora que traduza o apreço […]

Continuar Lendo →

Os parasitas nossos de cada dia

Há os grandes, que vivem fora de nós, sugam nossos tributos e eventualmente vão para a cadeia, e os pequenos, menores, minúsculos e microscópicos que nos habitam e geralmente são ignorados. A medicina moderna não acredita neles porque os exames de fezes dão sempre negativo, e estes dão negativo porque são feitos superficialmente, mas a parasitologia continua sendo uma ciência biológica e os sintomas vão muito além da dor de barriga – […]

Continuar Lendo →

Almanaque do banheiro: Lunas de algodão e coletores menstruais em vez de absorventes comuns e tampões

A jornalista Raquel Ribeiro escreve sobre uma viagem sem volta ao mundo da menstruação: o abandono dos tampões e absorventes comuns em favor de duas alternativas naturais, os absorventes de pano e os coletores menstruais. A matéria, publicada numa revista vegetariana, está resumida aqui por ela mesma. Desde os 11, 12 anos, um pouco antes, às vezes depois, a mulher peleja durante o período menstrual. Os absorventes são incômodos, deixam […]

Continuar Lendo →

Almanaque do Banheiro – A velhinha

sementes e favas

A cena se passou num terreiro de umbanda. Corria a sessão normalmente quando alguém veio avisar ao Pai José que tinha uma velhinha passando mal. Pai José mandou trazer a velhinha – uma senhora pequena, magrinha, de seus 70 anos, com cara realmente de estar nas últimas. Sentaram-na numa cadeira. Pai José olhou, mediu, se concentrou, de repente perguntou baixinho para ela: Suncê peida, filha? A velhinha, agoniada, olhou em […]

Continuar Lendo →

Almanaque do banheiro: Oxiúros? Suco de hortelã em jejum

Várias pessoas escreveram perguntando sobre oxiúros, especialmente em crianças. Fui atrás da minha bichóloga predileta, a acupunturista e fitoterapeuta Susana Ayres, que me indicou o que está lá no título:  suco de hortelã batida com água filtrada em jejum, 7 dias seguidos. Como fazer? Pegar um maço de hortelã que dê para envolver com a mão, cortar fora os talos de baixo, lavar, bater a parte de cima (folhas e […]

Continuar Lendo →

Almanaque do banheiro: As partes mimosas do homem (ou nem tão mimosas assim)

Que injustiça! Só porque são masculinas não quer dizer que sejam menos sensíveis e delicadas. É que a fama vem da metade mais, digamos, vigorosa e penetrante de sua personalidade, enquanto a outra se contenta com afazeres menos notáveis, mera torneira. Estamos falando do pênis, pinto, peru, bimbo, cacete, vara, verga, pau, enfim: daquilo que dá aos homens tantos prazeres e problemas quanto as partes mimosas dão às mulheres. E […]

Continuar Lendo →

Almanaque do banheiro: As partes mimosas da natureza

Tudo na mulher é poesia e samba-canção. Os olhos são o espelho da alma, as mãos herdamos das fadas, o sorriso transporta ao paraíso, a voz é de anjo, a pele de rosas, o corpo de sereia, tudo com infinito poder de beleza e sedução. Mas na hora de falar sobre aquelas pequenas partes tão sensíveis e delicadas não há uma linguagem poética, gentil ou sedutora que traduza o apreço […]

Continuar Lendo →

Almanaque do banheiro: Sinusite? Tchau tchau!

Há alguns anos fui apresentada ao neti pot, ou lota, daqui em diante Nasalpote, e fiquei inteiramente viciada. Passei a presentear os amigos com os neti de plástico reciclado, feitos  no mosteiro Vivekananda, que vinham da India em caixas de 50. A caixa viajava embrulhada em paninho de algodão costurado e fechado com lacre vermelho, eu me sentia no século retrasado. Mas o melhor de tudo  era mesmo o objeto […]

Continuar Lendo →

Almanaque do banheiro: Papo de vagina

Uma leitora escreveu dizendo que tem cistos sebáceos vaginais, e eu, que nunca tinha ouvido falar nisso, fui pesquisar no livro Women’s bodies women’s wisdom, da Christiane Northrup, MD. Não achei os cistos mas me deparei com esta pérola: “A cultura ocidental considera a área genital ‘suja’ e a polui com essa atitude. Toda função associada a essa área – parto, sangramento e eliminações – é altamente carregada, emocional e […]

Continuar Lendo →