almanaque do banheiro

onde se fala sobre assuntos mais íntimos e às vezes meio assim delicados

Nariz entupido, quem tem?

2 comentários

Escreve a leitora: “Fui “viciada” em remédios para descongestionar as vias aéreas por muito tempo. Era daquelas de não dormir por não ter o vidro por perto quando estava gripada, mesmo o nariz não estando entupido… Depois de muito ouvir falar que esses medicamentos fazem mal ao coração, me obriguei a parar de usar. O que você recomendaria para nós que sofremos com esses “entupimentos”? Querida, recomendaria parar de consumir qualquer coisa com leite e derivados durante alguns dias, para ver como a situação melhora rapidamente. Você volta a […]

…e partes nem tão mimosas assim

5 comentários

Que injustiça! Só porque são masculinas não quer dizer que sejam menos sensíveis e delicadas. É que a fama vem da metade mais, digamos, vigorosa e penetrante de sua personalidade, enquanto a outra se contenta com afazeres menos notáveis, mera torneira. Estamos falando do pênis, pinto, peru, bimbo, cacete, vara, verga, pau, enfim: daquilo que dá aos homens tantos prazeres e problemas quanto as partes mimosas dão às mulheres. E a semelhança é bem mais que mera coincidência. À luz da anatomia, a estrutura do pênis é a mesma do clitóris. Ambos são feitos de tecidos riquíssimos […]

As partes mimosas da natureza

2 comentários

Tudo na mulher é poesia e samba-canção. Os olhos são o espelho da alma, as mãos herdamos das fadas, o sorriso transporta ao paraíso, a voz é de anjo, a pele de rosas, o corpo de sereia, tudo com infinito poder de beleza e sedução. Mas na hora de falar sobre aquelas pequenas partes tão sensíveis e delicadas não há uma linguagem poética, gentil ou sedutora que traduza o apreço que se tem por elas. A escolha é entre os termos clássicos, tipo vulva e vagina, que soam feios e irreais, os nomes vulgares, aprendidos com pudor e excitação nos grafitos de banheiro, e os inocentes […]

Os parasitas nossos de cada dia

2 comentários

Há os grandes, que vivem fora de nós, sugam nossos tributos e eventualmente vão para a cadeia, e os pequenos, menores, minúsculos e microscópicos que nos habitam e geralmente são ignorados. A medicina moderna não acredita neles porque os exames de fezes dão sempre negativo, e estes dão negativo porque são feitos superficialmente, mas a parasitologia continua sendo uma ciência biológica e os sintomas vão muito além da dor de barriga – chegam às doenças crônicas e degenerativas, estragando a saúde física e psíquica. Prevenir é melhor que remediar. TEMPERO CONTRA […]

Almanaque do banheiro: Lunas de algodão e coletores menstruais em vez de absorventes comuns e tampões

53 comentários

A jornalista Raquel Ribeiro escreve sobre uma viagem sem volta ao mundo da menstruação: o abandono dos tampões e absorventes comuns em favor de duas alternativas naturais, os absorventes de pano e os coletores menstruais. A matéria, publicada numa revista vegetariana, está resumida aqui por ela mesma. Desde os 11, 12 anos, um pouco antes, às vezes depois, a mulher peleja durante o período menstrual. Os absorventes são incômodos, deixam um cheiro desagradável e a gente só esquece que “estão lá” quando usa os internos, tipo OB. Mas aí bate o bode psicológico de estar com uma […]

Almanaque do Banheiro – A velhinha

12 comentários

A cena se passou num terreiro de umbanda. Corria a sessão normalmente quando alguém veio avisar ao Pai José que tinha uma velhinha passando mal. Pai José mandou trazer a velhinha – uma senhora pequena, magrinha, de seus 70 anos, com cara realmente de estar nas últimas. Sentaram-na numa cadeira. Pai José olhou, mediu, se concentrou, de repente perguntou baixinho para ela: Suncê peida, filha? A velhinha, agoniada, olhou em volta pedindo ajuda. Alguém traduziu: Ele quer saber se a senhora solta gases! A velhinha, agoniada que estava, mais ainda ficou. Pai José pediu então para fazer […]

Almanaque do banheiro: Oxiúros? Suco de hortelã em jejum

57 comentários

Várias pessoas escreveram perguntando sobre oxiúros, especialmente em crianças. Fui atrás da minha bichóloga predileta, a acupunturista e fitoterapeuta Susana Ayres, que me indicou o que está lá no título:  suco de hortelã batida com água filtrada em jejum, 7 dias seguidos. Como fazer? Pegar um maço de hortelã que dê para envolver com a mão, cortar fora os talos de baixo, lavar, bater a parte de cima (folhas e talos, ou só folhas) no liquidificador com 1 copo de água e beber. Se possível, sem coar. Depois de 15 ou 20 minutos, tomar o desjejum normalmente. Susana se mudou de […]

Almanaque do banheiro: As partes mimosas do homem (ou nem tão mimosas assim)

26 comentários

Que injustiça! Só porque são masculinas não quer dizer que sejam menos sensíveis e delicadas. É que a fama vem da metade mais, digamos, vigorosa e penetrante de sua personalidade, enquanto a outra se contenta com afazeres menos notáveis, mera torneira. Estamos falando do pênis, pinto, peru, bimbo, cacete, vara, verga, pau, enfim: daquilo que dá aos homens tantos prazeres e problemas quanto as partes mimosas dão às mulheres. E a semelhança é bem mais que mera coincidência. À luz da anatomia, a estrutura do pênis é a mesma do clitóris. Ambos são feitos de tecidos riquíssimos […]

Almanaque do banheiro: As partes mimosas da natureza

12 comentários

Tudo na mulher é poesia e samba-canção. Os olhos são o espelho da alma, as mãos herdamos das fadas, o sorriso transporta ao paraíso, a voz é de anjo, a pele de rosas, o corpo de sereia, tudo com infinito poder de beleza e sedução. Mas na hora de falar sobre aquelas pequenas partes tão sensíveis e delicadas não há uma linguagem poética, gentil ou sedutora que traduza o apreço que se tem por elas. A escolha é entre os termos clássicos, tipo vulva e vagina, que soam feios e irreais, os nomes vulgares, aprendidos com pudor e excitação nos grafitos de banheiro, e os inocentes […]

Almanaque do banheiro: Sinusite? Tchau tchau!

102 comentários

Há alguns anos fui apresentada ao neti pot, ou lota, daqui em diante Nasalpote, e fiquei inteiramente viciada. Passei a presentear os amigos com os neti de plástico reciclado, feitos  no mosteiro Vivekananda, que vinham da India em caixas de 50. A caixa viajava embrulhada em paninho de algodão costurado e fechado com lacre vermelho, eu me sentia no século retrasado. Mas o melhor de tudo  era mesmo o objeto que vinha dentro. Parecia um regador pequeno. Para que? Lavar o nariz, ora essa. Água filtrada morninha, uma colherinha (café cheia) de sal e a primeira pia é minha: para […]

Almanaque do banheiro: Papo de vagina

158 comentários

Uma leitora escreveu dizendo que tem cistos sebáceos vaginais, e eu, que nunca tinha ouvido falar nisso, fui pesquisar no livro Women’s bodies women’s wisdom, da Christiane Northrup, MD. Não achei os cistos mas me deparei com esta pérola: “A cultura ocidental considera a área genital ‘suja’ e a polui com essa atitude. Toda função associada a essa área – parto, sangramento e eliminações – é altamente carregada, emocional e psicologicamente. (…) Desde cedo capturamos a ideia de que essa região é diferente das outras do corpo: tabu, […]

Almanaque do banheiro: Alô, herpes? Tchau tchau!

304 comentários

Só quem tem herpes sabe o inferninho que é. Tenho de vez em quando e quase sempre consigo localizar a causa. A penúltima foi um vinho que caiu mal no fim de um dia de viagem, o corpo não deu conta. Sorte que estava na casa da minha querida amiga Susana Ayres, terapeuta de múltiplos talentos, que quando soube me deu a dica perfeita: banhar o local com a fumaça da moxa, ou seja, acender o bastão de moxa e deixar a fumaça inundar a região afetada. Moxa é a folha da artemísia pilada até virar uma lãzinha. Pode vir solta ou prensada em forma de pequenos cones ou bastões. O bastão é […]

Almanaque do Banheiro – Vermes, alho e creosoto

205 comentários

Recebo da leitora Kate, lá nos comentários sobre vermes, uma boa pergunta: Será que o molho de alho que compramos pronto funciona contra os vermes? E Creolina? Trago também para cá a resposta: Oi, Kate, o molho de alho pronto que eu conheço tem mais vinagre do que alho, e vinagre é para usar pouco, de boa qualidade e bem. Se não, melhor limão. Se você quer algo com alho para colocar na comida, sugiro azeite de alho: num vidro, se possível escuro, coloque dentes de alho descascados preenchendo 1/3 e complete com azeite extravirgem. Deixe no fundo do armário durante 30 dias, coe e […]

Almanaque do banheiro: Vermes? Melhor não tê-los!

287 comentários

Tem toda a razão o título acima: melhor não tê-los. Além de contrariarem profundamente nosso ideal de limpeza, o fato é que vermes pintam e bordam dentro do hospedeiro. Andam para cima e para baixo como se estivessem em casa, e quando querem se fixar usam ganchos, ventosas e dentes para se agarrar em nós. Machucam e destroem tecidos, invadem a corrente sanguínea e viajam pelo corpo inteiro, produzem toxinas ruins para nós, um horror. Alguns têm boca, aparelho digestivo e ânus; outros absorvem todos os nutrientes pela própria superfície do corpo, feito esponjas. Competem conosco […]

Almanaque do banheiro – Deixa sair

14 comentários

Há muita coisa que a gente põe pra dentro todo dia, depois não deixa sair e ainda reclama: Estou engordando! Meu intestino não funciona! Tenho o colesterol alto! Triglicerídeos! A glicose é alta também! Sinto cólicas menstruais horríveis, pedras nos rins e na vesícula, mau hálito, colite, diverticulite, rinite, sinusite, catarro nos pulmões, corrimento, alergias, suor fedido, ouvido meio surdo, articulações emperradas, cistos, tumores, varizes, ameaças de enfarte, ai, que dor de cabeça! Curioso. Porque o nosso corpo é feito justamente pra deixar sair, e assim evitar qualquer […]

Susana Ayres: Papo de vermes

85 comentários

Desse desamparo em que estamos há tantos anos com relação a parasitoses, já que não temos direito a exames de fezes decentes e corretos, emergiram as técnicas vibracionais de diagnóstico – utilizadas há muito tempo, sob diversos nomes. Essas técnicas são consideradas, por pelo menos um dos catedráticos da USP, dr. Paulo Farber, a medicina do século XXI. Longe da Universidade, os agentes da Pastoral da Saúde também as utilizam. Um médico e cientista japonês, dr. Omura, comprovou em vários congressos científicos a eficácia do que chamou (e tentou patentear) de Bi […]