sonia hirsch

jornalista e escritora focada em promoção da saúde

comer melhor

quantidade, qualidade e autoconhecimento: três critérios para comer melhor

Só dá coco!

O que é, o que é? Nutritivo, gostoso, barato, faz bem e todo mundo gosta. É de comer mas também se bebe, e como. Serve a doces e a salgados, tanto verde quanto maduro. Tem gordura mas não faz mal. É cheio e vazio ao mesmo tempo. Vem de uma palmeira linda, que inspira canções e dá sombra, e cujas folhas fazem um barulhinho gostoso ao vento e brilham muito […]

Continuar Lendo →

Probióticos 2: Conservas de vegetais, frutas & bebidas lactofermentadas

Conservas de vegetais A maior parte dos vegetais serve para fazer conservas: repolho, pepino, cenoura, gengibre, nabo, rabanete, beterraba, gengibre, cebola, cebolinha, alho, abobrinha, quiabo, maxixe, folha de uva, couve-chinesa e muitos outros. Temperinhos tradicionais para conservas: cravo, cardamomo, canela, alho, gengibre, pimentas, ervas aromáticas, sementes de cominho, coentro, mostarda, zimbro. Invente, experimente! no missô Encha um pote de louça ou cerâmica com missô até a metade e coloque lá […]

Continuar Lendo →

Óleo virgem de coco: Do produtor ao consumidor, uma longa distância

Sempre que se fala em óleo virgem de coco surge a questão: qual seria a melhor marca disponível no mercado? Ora, pouco interessa a marca: o importante é que o óleo esteja bom. Todo óleo é perecível, pode ficar rançoso. O virgem dura mais por ser produzido a frio, conserva seus poderosos antioxidantes.  Mas pode ser que ele seja muito bom no momento de envase e depois não mais, por fatores como material […]

Continuar Lendo →

No outono é bom comer amendoim

O tempo foi ficando mais seco e deu vontade de comer amendoim torradinho. Ô delícia. Ele andou banido dos cardápios saudáveis porque tem uma tendência a desenvolver fungos que liberam toxinas brabas quando é armazenado em locais úmidos, e os produtores brasileiros pareciam não ter cuidado com isso. Mas já faz tempo. E nem sei se não foi mais um boato espalhado pelo lobby da soja, que depois entrou no […]

Continuar Lendo →

Óleo de coco rançoso? Devolva!

Aconteceu comigo duas vezes: abri o vidro e o óleo não estava com aquele cheirinho bom de coco. Botei na boca e ela ficou amarga. O nome disso é ranço. Calor, ar, luz, traços de metal (ferro, zinco, o metal da tampa), sal, água, bactérias e fungos, tudo isso faz a gordura ficar rançosa mais rápido, onde quer que esteja. Manteiga rançosa é muito comum. Azeite que dura muito, rança. […]

Continuar Lendo →