Mais amendoim: óleo para pele seca

20 comentários

Viajei distraída, acabou meu vidro de óleo de coco, fiquei com a pele seca. E lembrei do óleo de amendoim, muito conhecido por proteger a pele. Encontrei no mercado um extravirgem, ou seja, prensado a frio, que passei a usar no corpo e no rosto depois do banho. Foi ótimo! Absorção rápida, pouco ou nenhum cheiro, sensação agradável e efeito  profundo e duradouro. Continuo gostando mais do óleo virgem de coco, mas é bom ter opções. A pele, vejam só, é o maior órgão do corpo humano. Serve para eliminar toxinas e suor através dos poros, além de se arrepiar de prazer e […]

No outono é bom comer amendoim

46 comentários

O tempo foi ficando mais seco e deu vontade de comer amendoim torradinho. Ô delícia. Ele andou banido dos cardápios saudáveis porque tem uma tendência a desenvolver fungos que liberam toxinas brabas quando é armazenado em locais úmidos, e os produtores brasileiros pareciam não ter cuidado com isso. Mas já faz tempo. E nem sei se não foi mais um boato espalhado pelo lobby da soja, que depois entrou no mercado com sojinha torrada, argh, a pontinha de um imenso iceberg de soja inadequada para a saúde humana, mas isso é outro assunto. Que já está há tempos no Correcotia. E por que […]

Óleo de coco rançoso? Devolva!

157 comentários

Aconteceu comigo duas vezes: abri o vidro e o óleo não estava com aquele cheirinho bom de coco. Botei na boca e ela ficou amarga. O nome disso é ranço. Calor, ar, luz, traços de metal (ferro, zinco, o metal da tampa), sal, água, bactérias e fungos, tudo isso faz a gordura ficar rançosa mais rápido, onde quer que esteja. Manteiga rançosa é muito comum. Azeite que dura muito, rança. Pimenta em azeite. Todos os óleos. Castanhas de caju e do-pará, como todas as outras oleaginosas, rançam: a gente morde e sente o amarguinho, ou amargão, e conforme for engole ou cospe. E é melhor […]